flor Notícias

CERIMÔNIA DE ENTREGA DO PQTA PREMIA OS MELHORES CARTÓRIOS DO BRASIL.

Agora somos DIAMANTE! Qualidade comprovada e reconhecida pela ABNT e pelo PQTA.

Nesta sexta-feira (17.11) a equipe do 1º Cartório de Notas de São José dos Campos teve a honra de receber o Prêmio de Qualidade Total Anoreg/BR na Categoria DIAMANTE.

A cerimônia oficial do PQTA, iniciativa da Associação dos Notários e Registradores do Brasil (Anoreg/BR), ocorreu em Fortaleza e premiou 130 unidades de notas e registros do Brasil que atingiram os requisitos de qualidade e excelência na prestação de serviços aos seus usuários, cujos requisitos de gestão foram auditados pela empresa de auditoria independente APCER Brasil.

Entre os critérios de avaliação da premiação nacional estão: Gestão Estratégica, Gestão Operacional, Gestão de Pessoas e Instalações, Gestão de Segurança e Saúde no Trabalho, Gestão Socioambiental, Gestão da Informatização e Controle de Dados, Gestão da Inovação e Compliance. Todos os requisitos estão alinhados com a promoção da confiança e do aprimoramento do serviço oferecido pelos cartórios.

Para obter a premiação máxima na categoria Diamante o cartório precisa possuir certificação de qualidade ISO ou ABNT. O 1º Cartório de Notas possui Certificação ABNT 15906:2010 - Gestão Empresarial para Serviços Notariais e de Registro.

Esta norma da Associação Brasileira de Normas Técnicas estabelece os requisitos de sistema de gestão empresarial para demonstrar a capacidade dos serviços notariais e de registro de gerir os seus processos com qualidade, de forma a satisfazer as partes interessadas, atender aos requisitos legais, elementos de gestão socioambiental, saúde e segurança ocupacional, visando a excelência nos serviços.

O Prêmio deste ano contou pela primeira vez com a participação da Corregedoria Nacional de Justiça do CNJ, que ratificou a assinatura dos certificados dos premiados e elogiou a iniciativa da entidade. “É muito importante que a categoria faça esta auto avaliação, que busque estimular o aprimoramento contínuo dos serviços e que siga em um processo de evolução que beneficie, não só os seus serviços, mas principalmente aqueles que são os destinatários finais dos serviços extrajudiciais”, disse o juiz auxiliar da Corregedoria Nacional de Justiça, Márcio Evangelista Ferreira da Silva.

Voltar às notícias Compartilhe ou salve em seus favoritos:
Mais... Stumble It Compartilhe no Google Compartilhe no Delicious Compartilhe no Twitter Compartilhe no Facebook Imprimir Email This

 

  Home         Voltar